Cidadania e respeito no trânsito vêm de van, com a motorista Patrícia

Dirigindo sua van escolar pelas ruas de Contagem, Patrícia é uma ótima observadora do trânsito e quer contribuir para transformar as ruas e avenidas da cidade.

Ganhar a vida dirigindo uma van escolar pode se revelar uma árdua tarefa. Afinal, para servir de exemplo para passageiros mirins, que serão motoristas no futuro, é preciso ter disciplina e uma dose grande de atenção e de sensibilidade no trato com as crianças, que são intensamente observadoras. Esta é a rotina de Patrícia Ferreira, motorista de van em Contagem.

Enfrentar o trânsito diário em horários especialmente movimentados faz dessa condutora quase uma heroína. E, mais do que isso, levar nobres passageiros como crianças em uma van denota a importância de se mostrar uma motorista consciente.

Acostumada com as agruras das avenidas congestionadas, Patrícia percebe uma quantidade excessiva de veículos trafegando pela cidade, principalmente em horários de pico. A situação a atrapalha constantemente, pois, rodando em um escolar, é preciso cumprir horários. “O trânsito de Contagem, por ter avenidas que ligam a cidade, que são corredores… Eu vejo uma necessidade de ampliação de vias para que o trânsito possa fluir melhor”, expressa a condutora, que exercita a paciência ao trafegar pelas principais avenidas do município.

Patrícia ainda aproveita para chamar a atenção para o convívio, que, segundo ela, tem se tornado um grande desafio para motoristas, motociclistas e pedestres, e faz questão de ressaltar a importância da educação no trânsito, que é papel de todos os agentes que o fazem.

É comprovado que o investimento em educação e em conscientização é uma poderosa ferramenta para fomentar e implementar novas culturas positivas, com o intuito de pacificar e cultivar boas ações nas ruas e avenidas. Não só por parte de motoristas, mas também de transeuntes, que são a figura mais exposta nesse organismo.

Perguntada sobre o trânsito que gostaria de deixar para seus netos, Patrícia é taxativa. “Que fluísse em termos de necessidade de ir e vir, com pessoas tranquilas, que soubessem utilizá-lo para meio de transporte, não para disputa”, conta.

A condutora observa que um trânsito bom, praticado de forma responsável, contribui para a qualidade de vida de todos. Entretanto, é necessário que cada um faça sua parte.

O Programa Mobilidade Cidadã, capitaneado pela Transcon, busca resgatar bons exemplos e dar voz para quem faz das ruas e avenidas da cidade o seu habitat natural. Patrícia é mais uma das centenas de voluntários que aderiram ao programa, contribuindo para uma Contagem pluralizada e democrática.

Para saber mais sobre o Mobilidade Cidadã ou fazer parte dessa onda de boas ideias, acesse o site http://transcon.contagem.mg.gov.br/ ou ligue para o telefone (31) 3329-3390.

Gosta deste artigo?

Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Compartilhar

Deixe um comentário